Sexta Sei promove Mini DJ Festival nesta sexta-feira, 26

Encontro acontece no Google Meet com DJs de Vinil é Arte, Feira de Discos e Makoomba

por Fabiano Moreira
sextaseibaixocentro@gmail.com

Desde o começo da quarentena, tenho estado em isolamento total. Por isso, surgiu o desejo de encontrar os amigos, em um evento virtual, para continuar seguro, mas com um pouco de diversão, cultura, fechação, companhia. Nesta sexta, às 20h, vamos promover o DJ mini festival, no Google Meet, reunindo DJs do Vinil é Arte, Feira de Discos e Makoomba. A ideia é ser semente para um evento ainda maior.

Para colaborar com o cachê dos DJs, basta usar o PIX sextaseibaixocentro@gmail.com. A sala tem lotação, imposta pela plataforma, de cem pessoas. Reserva sua vaga aqui.

A arte do evento foi feita pelo Crraudio.

Line up

Tuta Discotecário

Tuta Discotecário é um dos fundadores do coletivo jufasrano Vinil é Arte, que já tem 20 anos de estrada. Pesquisador, produtor, diretor musical em peças teatrais, diretor de arte para videoclipes, paisagista e jardineiro (hot), cenografista de shows e teatro e marceneiro autoral que transa madeira de demolição. Além de tudo, é rei e senhor da Bolha Verde, aonde coloca em prática os conceitos da permacultura e busca uma vida mais simples e sustentável, em harmonia com a natureza. Vai tocar: Música contemporânea brasileira

Pedro Paiva

Também integrante do coletivo mineiro Vinil é Arte, Pedro Paiva ataca com seu novo set “chevetinho rebaixado”, uma seleção de discos de melody, freestyle e charme de lustrar mizunão e lançar a peita perfumada pro baile.


Alex Paz

Carioca, colecionador de discos, “BMXer” e um dos criadores da Feira de Discos de Juiz de Fora, Alex Paz é muito boa praça e gosta da rua. “Ela me ensinou a respeitar geral que tá envolta, trouxe o foco para meu processo criativo, produtivo e que apresento nas minhas performances. Logo menos a gente tá na pista soltando várias, brindando e celebrando “, conta. Para a primeira edição do nosso baile, ele separou uma sessão de brasilidades, apresentando diferentes ritmos e sensações harmônicas.

Crraudio: DJ

Um dos Djs do coletivo Makoomba, Crraudio mistura sons de influências africanas, latinas e brasileiras, sempre com a ótica da música negra. Sons originais das  periferias e criações de fundo de quintal formam sua identidade  musical intercultural. Antes do coletivo Makoomba, foi DJ residente da festa Nêga, em São Paulo, em 2016, e também produz o baile Kaô Funk.

Sexta Sei, por Fabiano Moreira

Comentários